O iluminismo

21/03/2018

Sobre a influência do iluminismo no mundo atual:

O modelo de democracia que temos hoje em que todos os cidadãos participam igualmente (diretamente ou através de representantes eleitos) na proposta, no desenvolvimento e na criação de leis, exercendo o poder de governo através do direito de voto é uma das bandeiras defendidas pelo iluminismo

A separação de três poderes que são: executivo, legislativo e judiciário, também é parte dos ideais do iluminismo.

Sociedades democráticas, parlamentos, estado de direito, economia de mercado, avanço tecnológico, igualdade, reciprocidade de direitos e deveres perante as leis, liberdade para empreender e gerir negócios...

A partir de então, além do homem ter seu valor defendido, começa a se preocupar com os valores sociais e como uma análise crítica sobre o que vivem e veem. A ONU (Organização das Nações Unidas), através da Declaração dos Direitos Humanos de 1948, defende que todos sejam tratados de forma igual perante a lei, não havendo discriminação de raça, cor ou qualquer outra diferença. Tudo isso centrado no que diz o artigo primeiro da declaração: "... São dotados de razão e consciência e devem agir em ralação uns aos outros com espírito de fraternidade".

Porém também é visível como, ao longo do tempo, alguns valores vão se perdendo, podendo se perceber um direcionamento controverso do que foi proposto pelo documento original, pois o mesmo diz que todos têm direito a vários direitos, como a propriedade, emprego, a não-escravidão e que perante a lei todos devem ser tratados como iguais... Mas o que dizer dos que vivem debaixo das pontes, dormindo envoltos em papelões? O que dizer dos que vivem em busca de um emprego? O que dizer dos inúmeros crimes de "colarinho branco", que são encobertos? Ao contrário, como fica a situação dos que são julgados inocentemente e dos que são condenados por coisas mínimas e que ficam anos na prisão?

O movimento iluminista foi um momento de explosão de ideias, muito beneficiou a sociedade, por outro lado pode-se dizer que muitos aproveitaram da situação para beneficiar-se.

Prova-se pelos fatos que a democracia como vemos não é a real representação da vontade da maioria. Ficou provado que o estado laico e frio não consegue atender aos desfavorecidos que vivem à margem da sociedade. Fica provado pelos fatos que o livre pensamento não conduz a esperada mudança da sociedade e que a enorme evolução cientifica dos nossos dias, não foi capaz de fazer evoluir o ser humano, penso que o contrário seja mais verdadeiro. Uma rápida e triste constatação é que fomos a Lua, mas ainda não encontramos a cura do câncer e voltamos a morrer por picadas de mosquito.

Quanto a mim, prefiro continuar sendo iluminado pela Palavra de Deus.

"Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho" (Sl 119.105). 

Ednilson Fernandes de Souza

Bacharel em Teologia, Teólogo Filiado ao CNTB - Conselho Nacional dos Teólogos do Brasil.